terça-feira, 13 de julho de 2010

A natureza Re@ge mas não dá saltos!

Chuva em pleno inverno só é comum no nordeste do Brasil e... em Pedreira justo no dia de encontro presencial! Isso foi uma constante no verão e hoje voltou a acontecer. Resultado: a natureza re@giu e nós sucumbimos à ela :o(
Havíamos planejado uma oficina para edição de vídeos, especialmente importante para a elaboração do produto final de um dos grupos. Natureza à parte também teríamos problemas para usar os computadores do telecentro já que este encontra-se em recesso e a maioria das máquinas em manutenção. Os participantes que conseguiram vencer o tempo chuvoso chegaram com um pouco de atraso ao encontro e a conversa presencial foi produtiva com direito à revisão do aplicativo que usaremos para a edição dos vídeos. Interessante é que os demais estavam em seus locais de trabalho, abrigados da chuva, de posse do NetBook e da conexão com a Internet, mas também não re@giram. Contactados por telefone teve ainda que sugeriu que fôssemos buscar o NetBook para realizarmos a tarefa de postagem dos vídeos na rede.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Indícios e reflexões

Algumas vezes os encontros virtuais saem totalmente do nosso controle. É que, apesar dos projetos serem desenvolvidos em grupos, cada um tem uma demanda diferente. O bom é que podemos contar com alguns pares mais experientes para auxiliá-los na utilização dos recursos.
No encontro de hoje, por exemplo, só foi possível a participação virtual de alguns devido à ajuda presencial de outros. Acreditamos que isso é bastante positivo para o grupo e nos dá indícios de que essa mediação é importante em contextos de inclusão digital. Observar essa situação nos remete novamente aqui à Vigotski e a expressão russa obuchenie que significa que aquele que aprende e aquele que ensina possuem uma relação interligada, ou seja, participam de um mesmo processo por meio da mediação! E esta relação mediatizada, que pressupõe a relação eu-outro social, se dá também pela possibilidade de interação com objetos, signos e símbolos culturais envolvidos na atividade. Freinet também atribui elevado grau de importância à cooperação no processo de aprendizagem para que as dificuldades possam ser superadas.

<áudio Skype - proj Re@ge3>

terça-feira, 29 de junho de 2010

Sincronia

Dando prosseguimento à atividade de acompanhamento dos projetos no encontro virtual de hoje priorizamos o auxílio específico ao desenvolvimento da demanda de cada grupo.
Assim, cada um decidiu a melhor forma de aproveitar este espaço para dar sequência ao trabalho previsto no seu plano individual de ação.
Ficamos online na Re@ge e no Skype e as interações ocorreram principalmente em texto por meio do chat nos dois ambientes.
Para o acompanhamento dos projetos as ferramentas síncronas têm-se mostrado adequadas. A interação favorecida pela comunicação instantânea parece garantir a compreensão e resolução dos problemas que surgem no uso dos recursos e na tomada de decisão em relação à condução das atividades relacionadas ao desenvolvimento dos projetos.
É surpreendente, inclusive, como alguns participantes, que nos encontros presenciais não se mostravam muito interessados nos recursos virtuais, se apropriam destes e os utilizam de forma autônoma! Foi o caso, por exemplo, de uma participante que apresentava bastante dificuldade (e resistência) e acabou acessando a rede da sua própria casa, viu uma nota anunciando um concurso de vídeo, se interessou por participar e acabou elaborando um material para o evento.
Seguimos...

terça-feira, 22 de junho de 2010

Comunicação instantânea

Hoje nosso encontro foi virtual. A interação aconteceu em dois espaços distintos: textualmente, via caixa de mensagem e chat na Re@ge e em áudio via Skype.
A dificuldade de trabalhar com várias janelas ao mesmo tempo está aos poucos sendo superada. Dificulta esta superação o fato do equipamento NetBook ter o espaço da tela bem restrito o que exige muito o uso da barra de rolagem. Auxiliá-los à distância, em tempo real, por meio do áudio ajuda na identificação dos elementos da tela, mas também não é nada fácil guiá-los sem saber direito o que estão vendo do outro lado da rede.

video

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Agir, resistir... Re@gir!

Não tínhamos planejado o encontro de hoje. Na verdade a ideia era fazer uma oficina de áudio usando os recursos da ferramenta Audacity. Por telefone marcamos o encontro presencial com todos os participantes no Telecentro da Vila Monte Alegre. Antes disso, porém, fomos conhecer um novo Posto de Saúde da Família (o Sto. Antonio) implantado no município e levamos para lá um computador completo. É que uma das participantes da Re@ge estará atuando na equipe deste novo posto e, portanto, necessita de um equipamento ali. Este PSF fica em uma região central da cidade e uma das agentes levantou questões que poderiam ser trabalhadas na Re@ge como, por exemplo, a acessibilidade para idosos. Bom, ação completa, deixamos tudo instalado aguardando a conexão com a Internet e novos parceiros para o projeto!
Animadas seguimos para o telecentro ao encontro dos demais participantes. Somente dois integrantes da Re@ge estavam presentes :o( Por um lado foi bom porque precisávamos conversar com eles sobre o andamento das atividades do projeto, mas por outro bate aquela sensação de abandono à causa. No final, resistimos porque re@gimos SEMPRE :o)

terça-feira, 8 de junho de 2010

Demanda - Disponibilidade + Prioridade = Realidade



Finda as 2 semanas de atividade assíncrona. Os resultados não foram nada animadores. Assim, hoje resolvemos estabelecer contato síncrono para guiar as atividades pendentes. Por meio de telefonemas os participantes foram avisados de que estaríamos online na rede. No horário combinado alguns já estavam presentes e trabalhavam na Re@ge em demandas próprias como, por exemplo, na edição de sua página pessoal. Mostraram-se muito empolgadas com a tarefa que realizavam sozinhas e sinalizaram no Skype que haviam conseguido colocar a foto na página pessoal. Quanto à atividade assíncrona, aquela do Fórum "Acompanhando o projeto", NADA! Ninguém havia se manifestado. Depois de um tempo solicitei que entrassem na página do Grupo e participassem do Fórum esclarecendo a importância de compartilharem os resultados alcançados no projeto, até o momento, para os demais participantes da rede. Entretanto, a prioridade deles não era essa! Uma das participantes, ignorando completamente minha solicitação, pediu auxílio para apagar um vídeo que havia publicado e, ao assistí-lo, percebeu que não estava adequado... na sequência disse que precisava "de aulas no telecentro" para organizar melhor a aparência de sua página principal. Ficou animada com a possibilidade do encontro presencial e a possível resolução de seus problemas com vídeo e a aparência de sua página. Resolvido isso, fiz nova tentativa de retomar a atividade específica no Fórum. Dessa vez o problema foi com a interface. Elas não conseguiam encontrar a caixa para digitar o texto. Orientadas passo a passo pelo caminho conseguiram postar uma mensagem bastante econômica na discussão proposta. Ainda não é possível chegar a uma conclusão concreta sobre a dinâmica e o potencial que uma atividade assíncrona tem para a elaboração colaborativa dos projetos dentro do contexto da Re@ge, entretanto, ficam aqui outras reflexões a respeito:
  • Não estava claro a importância da atividade para o acompanhamento do projeto
  • Não estava claro o funcionamento da ferramenta Fórum de discussões
  • A "presença" virtual ainda está atrelada à atividades síncronas
  • Habilidades e competências para atuar no ambiente estão em construção
... seguimos!


terça-feira, 1 de junho de 2010

Atividade assíncrona

Com o objetivo de observar como cada grupo se organiza no espaço virtual, sem a nossa presença ou qualquer outro tipo de monitoramento ou intervenção, planejamos atividades assíncronas para o período de 26/5 à 7/6 e aguardamos ansiosas que os participantes re@jam! As atividades consistem de: participar do fórum "Acompanhando o projeto", disponível em cada Grupo, postando um relato sobre os avanços, as descobertas, os desafios enfrentados, as frustrações, alguma nova ideia... e disponibilizar na Re@ge o que produziram durante a semana (áudios, fotos, vídeos, preencher planilhas, etc).
Acompanhamos a distância o movimento na rede. Com exceção das duas novas agentes que se integraram ao projeto, e trabalham ainda na edição da proposta delas, ninguém re@giu!
Como característica intrínseca uma atividade assíncrona pressupõe que o usuário a realize "em seu tempo", ou seja, quando lhe convém, dentro, logicamente, do que está planejado para ocorrer na rede. Como sabemos que "o tempo" dos agentes para se dedicar ao projeto é bastante restrito tínhamos a esperança de que hoje (terça-feira = dia de Re@gir) os encontraríamos por aqui. Encontrei um deles online no Skype, estava conectado mas não realizou nenhuma ação na rede... bom, ainda temos mais uma semana de expectativa, mas a reflexão já começa aqui:
  • A estrutura de um ambiente virtual pode comprometer a ação do usuário em rede?
  • Seriam os fóruns textuais ferramentas adequadas para discussão assíncrona de projetos?
  • Quais as competências e habilidades um usuário deve desenvolver para participar de uma comunidade virtual de aprendizagem?
  • Como estimular (se é que isso é possível) o desenvolvimento dessas competências e habilidades?
Seguimos...